O sorocabano Átila Abreu parte neste fim de semana para mais um desafio na pista mais rápida do calendário da Stock Car. É a vez da etapa de Cascavel, no Paraná, na nona etapa da temporada 2019. O piloto da equipe Shell V-Power costuma apresentar um excelente desempenho no circuito cascavelense.

Na temporada do ano passado, o sorocabano foi o vencedor da segunda corrida e obteve uma das suas quatro vitórias no campeonato – o piloto do carro #51 foi o maior ganhador da última temporada.

Em 2012, ano em que a categoria voltou a competir no Autódromo Zilmar Beux após uma grande reforma, Átila conquistou a pole position. Já em 2017, Abreu obteve um lugar na primeira fila, com o segundo lugar.

Numa pista com poucas freadas e de alta velocidade, largar na frente torna-se muito importante pela dificuldade de se ultrapassar, e o sorocabano espera manter esse retrospecto nos treinos para obter um bom resultado este ano.

As atividades de pista começam nesta sexta-feira com um shakedown e dois treinos livres. No sábado, além da terceira sessão livre, será disputada a classificação, às 13h30. Domingo, às 11h e às 12h02, Átila corre as duas provas, com transmissão do SporTV2.

O piloto da Shell V-Power está habilitado a participar da eleição do Fan Push, Os votos para o disparo extra do push to pass serão contabilizados até a largada da corrida 1.

O que disse Átila Abreu:


“É uma expectativa bem legal, estive na semana passada lá acompanhando a etapa da Truck, e é uma pista que eu gosto muito. Logo que a pista voltou ao calendário da Stock Car, fizemos a pole, e fui o último vencedor lá, no ano passado. É uma pista que me traz boas recordações, e acho a mais desafiadora da temporada, de alta. É a pista de maior velocidade média do ano, mas sequer passamos a sexta marcha, não temos freadas tão fortes, mas dá um enorme prazer de pilotar. Não há um alto desgaste de pneu, e não há freadas tão fortes, então a classificação acaba sendo fundamental para um bom desempenho na corrida. É difícil recuperar posições na prova, até porque as voltas são em torno de um minuto. É trabalhar para tentar repetir o resultado do ano passado. Ainda tem o fator do clima, há a previsão de pancadas de chuva em alguns momentos, o que pode ser um desafio, então temos de aproveitar todo o tempo possível de pista seca.”


Programação*

Sexta-feira, 18 de outubro
8h30 -Shakedown
10h25 – Primeiro treino livre
13h15 – Segundo treino livre

Sábado, 19 de outubro
10h05 – Terceiro treino livre
13h30 – Classificação

Domingo, 20 de outubro
11h – Corrida 1
12h02 – Corrida 2