Os primeiros treinos para a etapa da Stock Car em Cascavel deixaram Átila Abreu com boas expectativas para o restante do fim de semana. No entanto, um desafio precisa ser vencido pelo sorocabano para evoluir até a classificação deste sábado: o equilíbrio do carro #51 no Bacião, a primeira curva do traçado.

O trecho, contornado em descida e em alta velocidade, tem um uma virada longa e constante para a esquerda, onde os pneus do lado direito são bastante exigidos pela força lateral, e foi ali que Átila basicamente perdeu tempo nas primeiras sessões.

Com isso, num dia em que 27 pilotos terminaram dentro do mesmo segundo, o piloto da Shell V-Power terminou a sexta-feira com o 22º lugar na primeira prática e, depois, evoluiu até ficar com o 12º lugar, a apenas 0s4 do melhor tempo.

Átila volta à pista às 9h45 deste sábado para o terceiro treino livre, enquanto a classificação para a corrida 1 começa às 13h. No domingo, o sorocabano larga para a primeira corrida ao meio-dia, e a segunda prova terá início às 13h05. O SporTV2 transmite as corridas ao vivo.

O piloto da Shell V-Power concorre na etapa de Cascavel ao prêmio do Fan Push, um acionamento adicional do botão de ultrapassagem na segunda corrida. A votação prossegue no site oficial da Stock (www.stockcar.com.br) até o momento da primeira prova.

 

O que disse Átila Abreu:

“No segundo treino, houve pilotos que passaram os quatro pneu zero, enquanto nós não e você compara a performance. O carro tem potencial, evoluímos em relação a alguns problemas que tivemos com a traseira do carro, mas temos margem para melhorar a performance. Os quatro décimos que eu tomo são no primeiro trecho, com a primeira curva muito rápida, o Bacião, onde o carro ainda não se comporta tão bem, e quando você melhora isso, por ser uma curva muito longa e rápida, aparecem três ou quatro décimos. Agora é ver os dados para melhorar para amanhã. Não está ruim, mas há o que melhorar para brigar pela pole”