O resultado em Interlagos não foi o esperado neste domingo devido a uma pane seca na última volta, mas Átila Abreu encerrou a temporada-2017 da Stock Car com um balanço positivo e o quarto lugar na classificação do campeonato, com duas vitórias, seis pódios e uma pole position.

Átila partiu para a última prova do ano com motivos para celebrar, já que ganhou pela quarta vez o prêmio do Fan Push, um disparo extra do botão de ultrapassagem por voto popular no site da categoria. No entanto, o sorocabano sabia que largando de 24º no grid, seria uma prova difícil.

O carro #51 se comportou melhor do que nos treinos, o que permitiu a Átila avançar na classificação com um forte ritmo de prova. Só na primeira volta, o piloto da Shell Racing ganhou cinco posições, além de ter evoluído mais até a abertura da janela para reabastecimento obrigatório.

Átila permaneceu na pista para aproveitar a ausência de tráfego e a estratégia deu certo. Na volta dos boxes, ele ganhou quatro posições e se posicionou em 12º. No entanto, outra tática, a da colocação de menos gasolina nos boxes para ganhar tempo, rendeu uma pane seca na última volta.

Apesar do revés na prova final, Átila ficou satisfeito e já projetou a próxima temporada, que começa dia 10 de março com a Corrida de Duplas, também em Interlagos.
O que disse Átila Abreu:

“Foi um ano muito positivo, com duas vitórias minhas, pole position e seis pódios. Cheguei a brigar pelo terceiro lugar no campeonato, mas largando lá atrás seria mais complicado. Até que tive um bom ritmo de corrida, vim de 24º e estava em 12º brigando pelos dez primeiros. Perdi muito tempo no começo, o que me distanciou dos adversários. Se eu tivesse largado mais à frente, com certeza teria terminado entre os três primeiros no campeonato. No fim, uma pane seca nos tirou da corrida, mas pelo resultado que eu estava teríamos terminado mesmo em quarto, ou seja, não influenciou no campeonato. Fizemos um bom ano, de muito crescimento, de muita evolução. Este quarto lugar é a melhor posição de um piloto da Shell Racing num campeonato e fico muito feliz em trazer para a Shell seu melhor resultado na categoria. Tenho certeza de que juntos vamos conquistar muito mais nos próximos anos. Meu objetivo é trazer o primeiro título para a Shell entre os pilotos. Estamos no caminho, trabalhamos no limite e errar é humano, e esperamos evoluir para aproveitar as oportunidades. Agora é tirar de lição e comemorar os bons pontos e resolver esses pequenos. Somos um dos favoritos ao título em 2018”


Classificação final do campeonato de pilotos
:

1º D.Serra – 371 pontos
2º T.Camilo – 324
3º M.Wilson – 292
4º Á.Abreu – 256
5º F.Fraga – 254