O fim de semana terminou de forma decepcionante para Átila Abreu. Depois de ficar em 17º no grid da primeira corrida, o sorocabano evoluiu na prova mas teve um problema no sistema de direção e abandonou. Como não houve tempo para o conserto, Átila não participou da segunda bateria.

Com isso, o piloto da Shell V-Power segue com os dois pontos obtidos na Corrida de Duplas, quando foi o 11º colocado ao lado do parceiro Mark Winterbottom. Em Interlagos, Átila já havia sofrido com problemas mecânicos na classificação, na qual nem foi à pista e ficou em 29º no grid.

A corrida já começou atribulada para o piloto do carro #51, que ficou encaixotado depois que Rubens Barrichello ficou lento na hora da largada. Átila caiu para 21º e teve de remar bastante para se recuperar diante do forte tráfego.

Depois do pit stop obrigatório, Átila se livrou do tráfego e aumentou o ritmo, chegando a ocupar a 11ª colocação. No entanto, um vazamento de óleo no sistema de direção obrigou o sorocabano a parar.

O próximo desafio de Átila Abreu será dia 22 de abril, no Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Lá, o sorocabano conquistou uma das vitórias mais marcantes da carreira, em 2011.

O que disse Átila Abreu:

“O carro se mostrou competitivo no fim de semana, mas largando lá atrás é meio bagunçado. O Rubinho (Barrichello) perdeu posições lá na frente, daí a minha fila ficou e perdi posições. Vinha num ritmo bom, tentei fazer uma estratégia diferente de pit, voltei em 13º e era veloz, sendo o mais rápido da pista, e quando estava em 11º tivemos um problema mecânico, quebrou a caixa de direção e não deu tempo de arrumar para a segunda corrida. Vamos resolver esses problemas para poder dar a volta por cima, porque tivemos problemas com o carro #51 nas duas etapas do ano”