Átila Abreu conquistou neste domingo sua primeira vitória na temporada 2019 justamente em sua corrida de estreia na Porsche Império Carrera Cup Endurance. No Estoril, em Portugal, o sorocabano venceu na classe GT3 3.8 em parceria com Léo Sanchez numa estratégia perfeita de pit stops, aproveitando os momentos de entrada do safety car e parando no momento certo.

Trabalhando com Sanchez desde o começo do ano como um coach, Átila dividiu efetivamente um carro com o pupilo pela primeira vez. Depois de trabalhar no acerto do carro e na evolução de Sanchez num conjunto sem o freio ABS, os progressos foram visíveis, e a parceria conseguiu ganhar posições ao longo de toda a corrida de 300 quilômetros.

Para se ter uma ideia da importância do trabalho de Átila com Léo nos bastidores, o tempo de Sanchez melhorou cerca de três segundos no circuito de 4.360 metros ao longo de todo o fim de semana, se forem levados em consideração os tempos desde os primeiros treinamentos livres até os registrados na prova.

Outro aspecto muito importante no caminho para a vitória foi a constante discussão com os engenheiros sobre qual seria a melhor estratégia a ser montada, levando em consideração que Léo, enquanto piloto Silver, teria de obrigatoriamente completar 30 voltas.

No fim, a dupla completou 70 voltas, apenas duas a menos do que os vencedores no geral, com um carro de motorização diferente. Átila e Léo terminaram a prova na 12ª colocação na classificação geral de 30 carros. Na classe GT3 3.8, a dupla ficou 17 segundos à frente dos mais próximos perseguidores.

Pelo campeonato da Porsche Império Carrera Cup Endurance, Átila Abreu e Léo Sanchez voltam a pilotar nos 300km de Goiânia, no dia 26 de outubro. Já no próximo fim de semana, o sorocabano disputa a rodada dupla de Campo Grande da Stock Car.

O que eles disseram:

“Tudo o que venho aprendendo e evoluindo é graças ao Átila, que é um grande professor, e dedico essa vitória a ele e à minha esposa, meus filhos. Mas essa evolução é graças ao Átila. Que seja a primeira vitória de várias.”
Léo Sanchez

“Estou muito feliz, minha primeira vitória depois do acidente, ainda mais com o meu parceiro Léo, com a vitória na estreia da parceria. Minha primeira corrida de Porsche, entendi a dinâmica da prova e fiz as estratégias junto com a equipe e sem saber se estava certo ou não, mas pelo resultado estava tudo certo. Queria agradecer a todos e parabenizar o Léo teve uma grande evolução e baixou cerca de três segundos da tomada para a corrida.”
Átila Abreu