Depois de vencer na última etapa, em Cascavel, Átila Abreu estava a caminho de mais uma vitória na Stock Car, na segunda corrida da rodada dupla do VeloCittà, quando o carro #51 voltou a apresentar problemas. Desta vez, foi o sistema de direção hidráulica que falhou, e o sorocabano ficou em décimo, mesmo resultado da corrida 1.

Depois de largar em sétimo lugar na primeira prova, que começou com a pista molhada Átila subiu para sexto logo nos primeiros minutos. O piloto da Shell V-Power manteve a posição até a parada obrigatória para troca de pneus e reabastecimento, quando o asfalto já estava praticamente seco.

Com pneus slicks na parte final da prova, o sorocabano voltou à pista no meio de um pelotão bastante embolado e cruzou a linha de chegada em décimo lugar, o que garantiu ao piloto do carro #51 a pole position na prova 2.

Já com a pista totalmente seca, Átila manteve com segurança a liderança após a largada da corrida 2 e controlou bem seus adversários para manter o primeiro lugar até o pit stop obrigatório. Nos boxes, correu tudo bem, e Abreu segurou a liderança.

Mas a dez minutos do fim, a direção hidráulica quebrou, e começou um vazamento de óleo. Pior, com imensa dificuldade de segurar o carro nas voltas finais, Átila foi perdendo posições até receber a bandeirada final outra vez em décimo lugar.

Daqui a duas semanas, Átila disputa a penúltima etapa da temporada da Stock Car, em Goiânia.

O que disse Átila Abreu:

“O carro quebrou, e fiquei sem direção hidráulica. Começou a vazar óleo na última curva, e fiquei sem direção nenhuma. Foi impossível andar rápido com esse carro, se tivesse mais duas voltas, teria de parar, não aguentava mais virar. Dei muitas voltas sem direção.”